Subjetividade, Memória e História

,

A linha entrelaça horizontal e verticalmente os problemas da
subjetividade, da memória e da história e os investiga sob múltiplos aspectos e
perspectivas teóricas e analíticas, integrando projetos em eixos mutuamente
transversais, segundo o modo de inserção na problemática central desta linha, a
saber: como, no espaço multicultural em que se inserem as literaturas, apontar,
politicamente, reversões de processos cristalizados do subjetivo, do memorável e
do histórico? Os eixos temáticos ficam elencados como segue:
a)  A história como arquivo, a violência na escrita da história e nas práticas de
subjetivação.
b) Desmonte de acervos no campo cultural como forma possível do
memorável, ou o que resta no horizonte das diásporas americanas e
africanas, incursões pela memória como matéria crítica da cultura.
c)  Sujeito e corpo como o memorável critico nas escritas biográficas e
autobiográficas.
d) Abertura aos vestígios da experiência dessubjetivante no limite da linguagem.