Pós-Graduação em Literatura
  • Prorrogação das inscrições – VI Seminário dos Estudantes de Pós-Graduação em Literatura da UFSC

    Publicado em 28/08/2017 às 14:03
    Prezados,
    Foram prorrogadas até 31 de agosto de 2017 as inscrições para a VI Seminário dos Estudantes de Pós-Graduação em Literatura da UFSC “Crítica e Pesquisa em Tempos de Golpe”.
     
    Corre lá que ainda dá tempo!
     
    Abraços,
     
     
     

  • outra travessia – nº 22

    Publicado em 21/08/2017 às 15:14

    O número 22 da revista outra travessia – “O monstro à mostra: mostruário” – já está no ar, na sua versão digital (https://periodicos.ufsc.br/index.php/Outra/issue/view/2540), e circulando também na sua versão impressa. O número conta com instigantes ensaios de Carina Zanelato Silva, Juliana Ciambra Rahe Bertin, Fabiano Rodrigo da Silva Santos, Julian Alexander Brzozowski, Sebastián Torterola Antelo, Heloisa Helena Siqueira Correia, Marcelo Pacheco Soares, Felippe Cardozo Ciacco, Olga Kempinska, Anne Louise Dias, Jacqueline Ceballos Galvis, José Platzeck e Andrea Torrano. Além desses trabalhos, o número reúne valiosas traduções: “A paráfrase” de Jacques Rancière (traduzido por Odára Raquel Kunkler e Nadier Santos), “A imagem – o distinto” de Jean-Luc Nancy (traduzido por Carlos Eduardo Schmidt Capela) e uma entrevista a Marie-José Mondzain, “Imagem, Sujeito, Poder” (traduzida por Vinícius Nicastro Honesko).

    Aproveitamos a ocasião para informar que se encontra aberta a chamada para o número 24 – Chamada N°24 – “Usos das artes”– até o dia 10 de setembro de 2017. (https://periodicos.ufsc.br/index.php/Outra/announcement/view/640). Contamos com sua ajuda na divulgação!

     

    Boa leitura,

    os editores

    outra travessia


  • Convite para o Seminário 100 anos Sem Rodó

    Publicado em 17/08/2017 às 17:51
    O Consulado Geral do Uruguai e a UFSC têm a honra de convidá-lo/a para o Seminário dedicado aos Cem Anos do desaparecimento físico de José Enrique Rodó com a palestra do Presidente da Sociedade Rodoniana do Uruguai, Don Hugo Manini Ríos, a ocorrer na noite de 17 de agosto do corrente ano às 19 hs, no Auditório Henrique da Silva Fontes, prédio B do CCE – andar térreo – Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

  • PALESTRA – “Auctoritas: corpo sexuado e espectropolítica na metafísica ocidental”.

    Publicado em 15/08/2017 às 14:52

    Fabián Ludueña Romandini é doutor pela École des Hautes Études en Sciences
    Sociales de Paris. É pesquisador do CONICET (Consejo Nacional de Investigaciones
    Científicas y Técnicas da Argentina). É professor de Filosofia na Faculdade de Ciências
    Sociais da Universidade de Buenos Aires. Ultimos livros publicados: Principios de
    Espectrología. La comunidad de los espectros II (2016) e La ascensión de Atlas. Glosas
    sobre Aby Warburg (2017), já traduzido ao português.
    Entre os arcana imperii por meio dos quais a tradição ocidental pensou a natureza do
    poder, encontra-se a noção romana de auctoritas, que permeia não só uma construção
    jurídico-política milenar, mas também diversas disciplinas em que a autoridade e a
    “função-autor” desempenharam papel determinante (desde a literatura até a filosofia
    passando pelas ciências). É possível reconduzir o problema da autoridade filológica e o
    da autoridade política a uma genealogia comum? Esta pergunta só se torna plenamente
    possível nos dias de hoje, quando a noção de autoridade perdeu toda pregnância. Uma
    genealogia da autoridade só pode ser realizada sob a condição de rever suas origens, no
    raiar do pensamento filosófico grego, bem como suas mutações na Modernidade (desde
    Rousseau até Foucault). O percurso nos levará, enfim, a uma nova pregunta: é possível
    pensar, então, uma nova metafísica à altura dos desafios que apresentam as mudanças
    da época, hoje em curso, e onde estão implicadas tanto as metamorfoses dos corpos
    sexuados no século XXI, quanto o próprio destino da Universidade como forma de
    transmissão autorizada dos saberes humanísticos?

     

    Data: 21 de novembro de 2017
    Horário: 17h
    Local: a confirmar


  • [representação discente] Assembleia Geral PPGLIT no dia 16/08 (quarta-feira) às 13h no Varandão

    Publicado em 14/08/2017 às 14:26
    A Gestão Contragolpe – representação discente –  convoca a comunidade acadêmica para uma Assembleia Geral do Programa de Pós Graduação em Literatura no dia 16/08 (quarta-feira) às 13h no Varandão.
    Pauta: – O contingenciamento de verbas no CNQP!
               – A paralisação das Atividades e Ato Nacional dia 17/08
    a) Recorte da situação do Cnpq: “Estamos otimistas que o ministro [da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab] vai convencer a área econômica da necessidade desses recursos”, acrescenta o presidente do Cnpq.” “O CNPq precisa de R$ 505 milhões para fechar as contas.” “Kassab, que esteve presente no início do encontro, diz que está otimista. “Vamos conseguir sensibilizar a equipe econômica e o presidente [Michel Temer] mostrando o quanto precisa ser diferenciada a nossa área, para que possa continuar na perspectiva de desenvolver os trabalhos”. fonte:  http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2017-08/apos-corte-de-verbas-cnpq-tem-recursos-para-pagar-bolsas-apenas-ate-este
    b) Informações sobre a Assembleia Geral convocada pela Associação de Pós-Graduandos da UFSC:
    Os estudantes de Pós-Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em assembleia realizada no dia dez de agosto de dois mil e dezessete, deliberaram por: 1) paralisar as atividades estudantis da Pós-Graduação no dia dezessete de agosto para somar ao ato nacional, convocado pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), 2) realizar uma reunião, na terça-feira (15/08) as 12h na sede da Associação de Pós-Graduação (APG), para organizar a campanha contra os cortes de verbas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), 3) realizar um ato após a assembleia para cobrar do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luis Carlos Cancellier, um posicionamento em relação aos corte do CNPq  e também para a realização de uma audiência pública com a participação dele e do pró-reitor de Pós-Graduação. Após as deliberações foi realizado um ato com os estudantes presentes em frente ao gabinete do reitor, que estava ausente. Foi entregue a solicitação de audiência pública ao chefe de gabinete, Alvaro Guillermo Rojas Lezana, que se comprometeu a marcar a audiência assim que o reitor retornar de sua viagem.
    c) O FORUM de Lutas em Defesa dos Direitos realizará uma reunião no dia 15/08 (terça-feira) às13h no Sintespe.
    Pauta: Reorganizar o Forum na luta contra a destruição da previdência.
    Na última reunião do FORUM 08/08 se destaca na discussão: a) apoio a Ocupação da sede do INCRA pressionando o órgão a se posicionar sobre a regularização de algumas áreas Quilombolas no Estado de Santa Catarina. b) Foi também apresentado o PLANO DIRETOR de Florianópolis, em que foi apresentado um relato histórico e político das disputas que se travam na cidade entre o capital imobiliário e o direito aos bens naturais da cidade por parte da sua população. c) Informe da situação NO MORRO DOS CAVALOS, Os Guaranis da Aldeia, que se encontra na Palhoça, estão sofrendo uma série de violências por parte de movimentos anti-indígenas. Movimento esse comandado por políticos da região (vereador Pitanga) especialmente na Enseada do Brito. Entre tiros, canoas depredadas e ameaças conseguiram marcar uma Audiência Pública do Legislativo de Palhoça hoje (14/08) no salão Paroquial da Enseada do Brito, às 19:30 e potencialmente conflituosa. Os Guaranis pedem apoio dos movimentos pois sentem medo de represália.
    INFORME geral: 15/08 Ato às 09h na Assembleia Legislativa pela apreciação do pedido de impeachment do Governador Raimundo Colombo.
    Antes que seja tarde é urgente a necessidade de nos organizarmos! Esperamos você para a Assembleia.

  • Deferimento das inscrições para Disciplina Isolada 2017.2

    Publicado em 04/08/2017 às 11:55

    Início do semestre letivo: 07.08.2017

    Informações sobre as disciplinas – local, horário e ementas: Quadro de Horários e Ementas 2017.2 – Atentem para possíveis mudanças de local das disciplinas.

    Os/as contemplados/as estão dispensados da matrícula presencial. Bastando apenas que enviem, digitalizados e em um único e-mail, os documentos solicitados na página da disciplina isolada.

     

    PGL51095 – Políticas do saber. Uma arqueologia da cultura moderna:

    Allende Renck

    Antônio Ricardo Russo

    Daniela Pacheco

     

    PGL510097 – História literária; história da literatura:

    Antônio Ricardo Russo

    Daniela Pacheco

    Michele Schlemper

    Rafael Sens

     

    PGL510098 – O literário como dispositivo discursivo: o campo da literatura como vetor de práticas e questões:

    Luciana Bradbury

     

    PGL510100 – Questões da poesia:

    Aline Carla Dalmutt

    Letícia Muza

    Mariana Godinho

    Renata Ogawa

     

    PGL510108 – Arquivo, violência e memória:

    Amilcar Oliveira

    Diogo Ferraz

    Eduardo Osório da Silva

    Ivan Conte

    Ricardo Goulart

     

    PGL510112 –Teoria(s) da imagem:

    Allende Renck

    Rafael Sens

     

    PGL510119 – A Literatura Brasileira: reflexões filosófico-literárias:

    Mariana Godinho

     

    PGL510125 – Figurações de gênero e raça nos discursos culturais:

    Amilcar Oliveira

    Débora Rosseto

    Mônica Alves

    Rosana Garcez

     

    PGL510128 – Poesia e assinatura:

    Aline Carla Dalmutt

    Letícia Muza

    Michele Schlemper

     

    PGL510134 – Movimento das ficções:

    Cláudia Serrato Lone


  • QUE BRASIL – LIBRO

    Publicado em 01/08/2017 às 19:19


  • VI Seminário dos Estudantes da Pós-Graduação em Literatura da UFSC “Crítica e Pesquisa em Tempos de Golpe”

    Publicado em 31/07/2017 às 16:54

    A Representação Discente Contragolpe convida toda a comunidade discente a participar do V Seminário dos Estudantes da Pós-Graduação em Literatura da UFSC, sob o tema “Crítica e Pesquisa em Tempos de Golpe” a ocorrer entre os dias 10 e 11 de outubro de 2017.

    As crises de Estado (de representação, legitimação e autoridade) e as séries de insurgências anticapitalistas e antiestado no mundo afora têm colocado novas questões para a crítica literária. Entendendo literatura como uma forma de pensar o impossível, o impossível derridiano, que nos leva a pensar mundos possíveis, num ordenamento discursivo no qual se expressa a correlação social duma época, perguntamos/convidamos a todos a pensar como a suas pesquisas resistem ao poder, ao avanço do neo-liberalismo.

    Já em 1994 Derrida alertava para a incontornabilidade de um certo espírito do marxismo, de que Fukuyama estava equivocado em dar vitória à história corrente. Hoje, como se fosse ontem, como vai ser amanhã, perguntamos, como nossos trabalhos se põem ante esse avanço? Como resistir a partir da literatura? Associados com os protestos e as crises, surgiram todo tipo de fantasmas, os de sempre, recauchutados, sejam à esquerda, sejam à direita, alguns que parecem novos, o anarquismo romântico, o abandono thoureaunenao, seitas ecológicas etc., etc.

    Os objetivos deste seminário são: promover uma reflexão crítica sobre as condições objetivas e subjetivas desse processo de crise na América Latina; pensar como as nossas pesquisas resistem ao poder; resistir aos que tentam impor a ideia dum movimento retilíneo/uniforme da história; resistir à legitimação do autoritarismo na linguagem, porque como Simón Rodriguez falou: o império precisa da língua.

    Por isso, é preciso resistir aos discursos redutores; agir dentro de um espaço que a crítica faz possível para abordar o impossível da apreensão do mundo na linguagem. Estar na linha de fogo, pensando/propondo novas formas de ver, de sentir, de fazer, de assumir a coragem de se posicionar, de ter a coragem de assumir com seguridade nossas incertezas, sem impor um sentido do mundo, mas sem permitir que nos seja imposta a direção neoliberal das nossas vidas.

    A temática do V Seminário dos Estudantes de 2016 foi “Mídia, Mediação e Estado de Exceção”, é por isso que decidimos dar continuidade à discussão. E foi considerando que vivemos as exceções às normas inclusive no Judiciário, podendo condenar pessoas sem provas, que a representação discente decidiu que não vai exigir, a quem quiser participar do seminário, apresentar trabalhos no formato acadêmico tradicional nem respeitar a temática proposta.

    Acesse o site do evento, confira e inscreva-se: https://chapacontragolpe.wixsite.com/viseminarioppglit


  • REVISTA LANDA Vol. 5 n°2 (2017)

    Publicado em 31/07/2017 às 15:37

     

    Recém começado, 2017 nos trouxe a notícia da morte de Ricardo Piglia, escritor, crítico literário, roteirista, professor universitário e pesquisador de indiscutível prestígio internacional que conseguiu a proeza de ser um afeto quase unânime na Argentina e um clássico em vida da literatura daquele país, prolífero em escritores. Adriana Rodríguez Pérsico, amiga pessoal de Piglia e grande conhecedora de sua obra, aceitou o nosso convite para a organização de um dossiê em sua homenagem. Num trabalho quase arqueológico, a crítica recuperou alguns textos já clássicos sobre o escritor que levam a assinatura de Ana María Barrenechea, Tulio Halperín Donghi, José Sazbón e Noé Jitrik, convidou pesquisadores e escritores que lhe cederam textos inéditos, como é o caso, por exemplo, de Alan Pauls, Martín Kohan e Julio Schvartzman e reuniu textos dispersos, resultando, desse modo, um dossiê que é um robusto e generoso documento dos mais significativos textos escritos sobre Piglia nos últimos anos.

    Na seção de Chamada Pública, temos a loucura e suas aparições na literatura como tema central de seis ensaios. Na seção Olhares publicamos um artigo do pesquisador e professor uruguaio Francisco Bustamante titulado “Jicoténcal, temprana novela histórica latinoamericana entre la postindependencia y el neocolonialismo” e outro da pesquisadora argentina, Luciana Del Gizzo, titulado “Irish Temper. Acerca de la relación artística y personal de los hermanos Maldonado Bayley”.  Landa realizou uma longa entrevista com o crítico e teórico argentino, Noé Jitrik, quem analisa e comenta a literatura argentina pós Borges, a presença do próprio Borges hoje, o conceito de literatura latino-americana etc., num intenso diálogo com os entrevistadores que aborda muitos dos temas e conflitos da literatura do presente.

    Desejamos a todos boas leituras!


  • Período de Matrícula – Disciplina PG510097 – História literária; história da literatura – Profª Tânia Ramos

    Publicado em 31/07/2017 às 15:10
    Tendo em vista a impossibilidade da efetivação da matrícula aos/às interessados/as na disciplina PGL510097 – História literária; história da literatura, ministrada pela professora Tânia Regina Ramos, o prazo para a solicitação de matrícula no CAPG, apenas para esta disciplina, foi ampliado para até 04.08.2017, próxima 6ª feira.
    Pedidos de inclusão e exclusão matrículas em outras disciplinas deverá obedecer o calendário publicado na página. Para visualizar: Secretaria online>> Calendário e Matrículas>> 2017.2