Pós-Graduação em Literatura
  • Publicado em 30/10/2018 às 16:35


  • Período de férias da Secretaria

    Publicado em 12/07/2019 às 13:00

    Tendo em vista as férias do único técnico administrativo do PPGLit, que se inicia em 19 de julho/19, com retorno no dia 05 de agosto/19, a secretaria ficará com atendimento da bolsista das 9h00 às 11h30 apenas para entrega de documentos. Demandas em caráter de urgência serão atendidas pela coordenação do programa, e deverão ser encaminhadas ao e-mail coordenacaoppglitufsc@gmail.com.


  • Evento “Vozes do Índico: diálogo entre diferentes artes” com Paulina Chiziane e Dionísio Bahule

    Publicado em 08/07/2019 às 09:36

    O evento é uma realização do Grupo de pesquisa Literalise e PET de Pedagogia e só se efetiva com o apoio da UFSC/UFF e Unipampa (Campus Jaguarão)  e vários PPG da UFSC (Programa de Pós-Graduação em Educação,Programa de Pós-Graduação em Literatura, Programa de Pós-Graduação em Estudos da TRadução, Programa de Pós-Graduação em Educação, Ciência e Tecnologia e dos Grupos Alteritas, Nuvic e do IEG.
    Dia 22 de julho das (9h às 19h) no Auditorio Henrique Fontes (CCE – Bloco B)


  • (Português do Brasil) Conferência com o Professor Steven Butterman

    Publicado em 02/07/2019 às 14:46

    Leider ist der Eintrag nur auf Brasilianisches Portugiesisch verfügbar.


  • Curso/Disciplina: Às margens da poesia e do romance. Da língua suspensa entre gramática e sentido ao personagem menor da narrativa. Com o professor Enrico Testa.

    Publicado em 27/06/2019 às 14:16

    Dando sequência à programação da Escola de Altos Estudos UFSC-USP, divulgamos a disciplina a ser ministrada pelo Prof. Titular Enrico Testa (Univ. Genova).
    Data do Curso – 26-30 de agosto de 2019
    Matrícula Alunos Regulares: 22 a 26 de julho
    Matrícula Disciplina Isolada: 5 e 6 de agosto
    Programa:

    Às margens da poesia e do romance. Da língua suspensa entre gramática e sentido ao personagem menor da narrativa

    Período UFSC: 26-30 de agosto 2019

    Aula 1Toda regra tem suas exceções

    O que é a gramática? Etimologia e história do termo. Especificidades da gramática do italiano. Gramática de frase e gramática do texto. Alguns primeiros fenômenos fundadores da linguagem e da textualidade, mas laterais à gramática como código: onomatopeias, interjeições e sinais discursivos. Leitura e comentário de Dialogo, de Giovanni Pascoli (de Myricae), Lamento I III de Giorgio Caproni (de A passagem de Enéas).

    Aula 2A palavra entre contexto e silêncio

    Análise da ancoragem situacional do discurso (a dêixis), do uso depreciativo e ideológico da categoria linguística dos etnônimos e, no polo oposto, do significado do silêncio e do gênero específico do “discurso interior” ou endofasia. Exemplos da língua comum e jornalística. Leitura e comentário de trechos de Narratori delle pianure [Narradores das planícies] e Quattro novelle sulle apparenze [Quatro contos sobre aparências], de Gianni Celati e de O jogo do reverso, de Antonio Tabucchi. Análise de La piccola cordigliera [A pequena cordilheira] e Il vetrone [A lâmina de gelo], de Giorgio Caproni (de Il Conte di Kevenhüller [O conde de Kevenhüller]e Il muro della terra [O muro da terra]). Exemplos de Diario, de Jacopo da Pontormo.

    Aula 3A gramática desengonçada e as gramáticas no espelho

    Leitura e comentário de textos “desgramaticados” de duas semicoletâneas: uma mística do século XVII (S.Veronica Giuliani, Diario, 17-18 de janeiro de 697) e um pícaro emiliano do século XX (P. Ghizzardi, Mi richordo anchora [Ainda me lembro]). E, no polo oposto de complexidade, o caso da translação da palavra poética de uma língua e de um sistema de regras para outra língua e suas regras. Exemplos de tradução poética retirados do Quaderno di traduzioni [Caderno de traduções], de Eugenio Montale.

    Aula 4O personagem no romance

    Premissa à marginalidade narrativa: uma tentativa de distinção entre dois grandes tipos de personagem de romance, com exemplos de textos italianos e estrangeiros.

    Aula 5Quase uma gralha ou um erro: o personagem menor

    Qual é a função dos personagens que aparecem de forma elíptica no desenvolvimento da trama? Algumas vezes parecem enquadráveis no estatuto do grito, outras vezes no estatuto da pausa de silêncio, do comentário à margem ou da exclamação. Por meio de uma série de casos tentaremos identificar alguns traços constantes e de união.


  • Nota de pesar: falece professor aposentado Marco Antonio Castelli

    Publicado em 18/06/2019 às 14:21

    A Universidade Federal de Santa Catarina comunica, com pesar, o falecimento do servidor docente aposentado Marco Antonio Castelli do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas, do Centro de Comunicação e Expressão (LLV/CCE). O professor faleceu na segunda-feira, 17 de junho. Marco Castelli trabalhou no Projeto Magister Escolas, uma parceria entre a UFSC e a Secretaria de Educação de Santa Catarina, e foi também colaborador da Coperve.

    A cerimônia religiosa acontece às 14h desta terça-feira, 18 de junho, na capela H do cemitério do Itacorubi.

    A UFSC, enlutada, solidariza-se com família e amigos nesse momento de perda.


  • (Português do Brasil) Calendário PPGLit 2019.2

    Publicado em 17/06/2019 às 11:00

    Leider ist der Eintrag nur auf Brasilianisches Portugiesisch verfügbar.


  • Livro: Resíduos do humano

    Publicado em 10/06/2019 às 10:21

    O sobrevivente do século XX é um homem dilacerado, o homem da contemporaneidade, momento em que as visões totalizantes (outra coisa são os totalitarismos) são colocadas em xeque, diante de um mundo em constante mudança que só consegue dar conta – quando dá – de pequenas partes, fragmentos, ruínas.
    A literatura configura-se, então, como lugar de revolta da linguagem e lugar de revolta da história, da experiência. Ecos, vibrações, vozes silenciosas são movimentos, outras vidas e memórias de tempos naufragados. Um naufrágio que está ali, adormecido, talvez esquecido, mas pode vir à tona a qualquer momento.
    Como ler hoje, na contramão ou nas entrelinhas de certa história literária, as vertentes que questionam os axiomas do próprio fazer literário – sujeito, palavra, personagem, contexto – e o “centralismo humanista” desse fazer?
    Os sete ensaios aqui reunidos aceitam o desafio de colocar em discussão essa e outras temáticas correlatas, a partir, sobretudo, da análise das obras de alguns autores : Antonio Tabucchi, Silvio D’Arzo, Gianni Celati, Angelo Maria Ripellino, Giuseppe Ungaretti, Giorgio Manganelli, Juan Rodolfo Wilcock, Italo Calvino, Rina Sara Virgillito.
    Resíduos do humano é um primeiro momento de discussão crítica que será continuada, em volumes de próxima publicação, a partir de questões paralelas como o contemporâneo e o anacrônico.
    O volume é fruto do evento internacional realizado em 2016, com o apoio da CAPES, CNPq e FAPESC.
    Link para download gratuito:

  • IV SBEDR – Seminário Brasileiro de Escrita Dramática: Reflexão e Prática

    Publicado em 03/06/2019 às 16:32

    O NEEDRAM – Núcleo de Estudos em Encenação Teatral e Escrita Dramática, junto ao PPGLIT/CCE/UFSC, tem o orgulho de anunciar o IV SBEDR – SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ESCRITA DRAMÁTICA: REFLEXÃO E PRÁTICA, contemplado com o Edital de Apoio às Culturas do Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis e que acontece na UFSC, de 24 a 26 de Junho de 2019.

    Repetindo o sucesso das três primeiras edições – 2015, 2016 e 2018 – a programação contempla diferentes públicos, promovendo e valorizando a arte e a teoria da Escrita Dramática. Na sessão de debates, convidados irão discutir a situação e os rumos da Escrita Dramática na academia, nos processos teatrais, em publicações e na cena. Nas Grandes Aulas, palestrantes irão apresentar a obra de relevantes autores dramáticos. Na sessão de Comunicações, professores e estudantes mostrarão pesquisas acadêmicas com foco na teoria e na prática do tema do seminário. E por fim, um concurso de Escrita Dramática, intitulado ‘Mercado de Peças’ irá selecionar um texto teatral de um autor brasileiro contemporâneo, que será apresentado sob forma de leitura dramática.

    Convidamos os interessados na submissão de comunicações ou textos teatrais e na participação do evento a visitarem o site www.1sbedr.wix.com/1sbedr para verificação das normas de envio, prazos e outras informações pertinentes.


  • O uso do dinheiro nas artes visuais: um olhar filosófico

    Publicado em 03/06/2019 às 11:09
    “É possível dessacralizar o dinheiro sem o ressacralizar?” se pergunta Hernán Borisonik em $uporte: o uso do dinheiro nas artes visuais. A partir da análise de obras de arte contemporânea do chamado “money-art”, o autor desenvolve uma crítica político-económica do capitalismo tardio. Segundo Fabián Ludueña Romandini, no livro de Borisonik é questionada a “era da literalidade” que “parece moldar as formas segundo o dinheiro: todos os objetos do mundo, cada um dos nossos mais íntimos desejos e, em definitiva, o próprio mundo na sua totalidade [que] sofrem uma alquimia feroz segundo o impulso de uma reescrita monetária da vida”. Se o dinheiro é uma obra de arte, qual é o espaço da arte no mundo do capital? Essa e outras questões serão levantadas por Hernán Borisonik na palestra “O uso do dinheiro nas artes visuais: um olhar filosófico”a se realizar na quarta-feira 12 de junho às 15h no Auditório Henrique Fontes do CCE, seguida do lançamento da tradução do livro editado pela Cultura e Barbárie em 2019.
     
    Hernán Borisonik é Doutor em Ciências Socias pela Universidad de Buenos Aires (UBA) onde ministra aulas de teoría politica na graduação e na pós-graduação. É professor da Universidad de San Martín (UNSAM) e pesquisador do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Tecnicas (CONICET) e do Instituto de Investigaciones Gino Germani (IIGG). Editou e organizou diferentes publicações acadêmicas e publicou o livro Dinero Sagrado. Política, economia y sacralidad en Aristóteles.

  • Conto de Horacio Quiroga será lançado na UFSC no dia 22 de maio

    Publicado em 14/05/2019 às 09:28

    O livro ilustrado “Juan Darién”, um conto do autor uruguaio Horacio Quiroga, traduzido por Byron Vélez Escallón, será lançado dia 22 de maioquarta-feira, às 17 h, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Publicado pela Editora Micronotas, o livro — que tem 80 páginas e capa dura — terá distribuição gratuita e tiragem de 500 exemplares. O conto foi ilustrado pela joinvilense Michelli Catarina. O lançamento, que ocorre na UFSC com apoio do Núcleo Onetti de Estudos Literários Latinoamericanos, será realizado no Centro de Comunicação e Expressão (CCE), Bloco B, sala Hassis.

    Sobre o livro

    Mestre do conto, Horacio Quiroga (1878-1937) nasceu no Uruguai e passou a vida adulta na Argentina. No “Decálogo do perfeito contista”, dizia: “Não pense nos amigos ao escrever, nem na impressão que causará a história. Escreva como se o relato não interessasse a mais ninguém senão ao pequeno mundo dos personagens, dos quais poderias ter sido um. Não há outro modo de dar vida ao conto.”

    Publicado originalmente em La Nación (Buenos Aires, 1920), “Juan Darién” integrou o volume de contos “El desierto“, editado em Buenos Aires pela Babel em 1924. “Espero que este trabalho de tradução faça jus ao belo conto ‘Juan Darién’ e que aproxime o leitor, a partir das suas próprias questões existenciais e literárias, da escrita de Horacio Quiroga”, diz o tradutor Escallón, professor de Literatura Hispano-americana do Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras da UFSC.

    Bibliotecas públicas ou comunitárias que desejarem receber gratuitamente um exemplar do livro podem fazer a solicitação até o dia 30 de maio pelo e-mail , informando um nome e endereço completo.

    Mais informações pelo e-mail  ou telefone (47) 99176-0080.